Mais um close errado da cantora gospel

 

A sexta feira parecia morna sem muitos assuntos pra falar – além dos assuntos já expostos do noticiário de política – mas eis que algo mudou o cenário e fez a internet ir ao delírio: a “santa indignação” da cantora gospel Ana Paula Valadão.

Sério, foi um post extremamente sem noção. A cantora só sabe dar close errado. Bem errado.

Mas se você não sabe como a história começou, aqui vai o primeiro post, o original:

 

E, a seguir, as reações no Twitter:

A cantora virou piada na internet ao pedir boicote a loja C&A por causa da campanha “Ouse, Misture-se e divirta-se”, que fala sobre roupas unissex. Não há de errado com a campanha, como você pode ver aqui:

 

Evangélicos se incomodam demais com a diversidade

O mais estranho da santa indignação da Ana Paula Valadão é que ela aconteceu justamente um dia após a bancada evangélica da Câmara protocolar projeto que susta o decreto assinado por Dilma em abril que garante o direito de pessoas transsexuais a usar seus nomes sociais no âmbito da administração federal.

Como se vê, as prioridades dos religiosos estão em querer definir o que você pode ser e o que você pode ou não vestir, com quem você pode ou não casar. E como você deveria ser. Na visão deles, o direito divino dá poder de se intrometer na vida alheia.

A Internet não perdoa. E nem deve mesmo. Por que se deixarmos, serão eles que tentarão nos amordaçar e tirar nossos direitos conquistados até aqui.

A cantora conseguiu se firmar, mais uma vez. pelo close errado.

E bote errado nisso.

P.S.: as reações de vômito no post original dela no Facebook também são as melhores. Obrigado, Internet!

Comente com Facebook

Written by Israel Anderson

Jornalista por formação, cineasta por estudos e curioso por natureza. Internet por paixão.

Deixe uma resposta