Sejam Bem Vindos Todos!

Faz tempo, tipo, uns 12 anos, lá ainda no começo da década de 2000 – nossa, já estamos na segunda década do século XXI, já pararam pra pensar nisso? – que eu comecei a pensar na internet como uma ferramenta de mídia muito efetiva.

Naquele momento eu estava estudando jornalismo. Eu achava que a internet, já naquela época era a ferramenta do futuro. OK, a gente vai avançando a passos largos, mas muita coisa de lá ainda é válida hoje. Mas não é sobre isso que eu quero falar nesse blog.

Lá atrás, eu já era um blogueiro. Tinha blog semanal em sites sobre televisão, onde eu comentava o que se passava de mais relevante na TV naquela época. Era a Tele_Visão. Durou uns 3 anos. Mas as coisas foram mudando e deixando de serem interessantes. Pelo menos pra mim.

Eu já tive outro blog, não faz tanto tempo assim, entre 2009 e 2010. Até lá eu achava que eu só deveria falar de TV… engano meu. Por essas coisas de destino – eu sei que vocês sabem como isso é, são coisas que a gente não controla, elas simplesmente acontecem – eu mudei de cidade, fiz parcialmente outro curso, to tentando concluir uma pós… vejam só como as coisas andam e a gente nem se dá muita conta, né?

Então, depois de uma tentativa infrutífera de retorno em 2013, hoje eu assumi que eu devo voltar a minha origem na internet e procurar reestabelecer esse canal. Não tenho nenhuma ligação de trabalho com nenhuma empresa, já fui rejeitado em milhares de entrevistas de emprego em várias empresas. Acho que, no final, elas saíram mais perdendo do que ganhando.

Apesar de eu não ter nenhum curso formal de gerenciamento de redes sociais, eu acho que conheço e domino bem mais esse ramo do que muitos profissionais. Você não precisa de um diploma pra dizer aquilo que você é bom. Eu, de fato, depois de algumas decepções profissionais, decidi que agora eu não vou mais procurar trabalhos. Eles vão vir até mim, podendo eu escolher o que melhor se encaixa no meu estilo de vida e horários.

Não, não sou nenhum anormal. Só sou uma pessoa B, aquela que não se encaixa nos horários normais. E eu mesmo tenho meu próprio tempo. E ele é sempre cheio…

Estar na internet é parte da minha vida. E por anos eu achei que ela não seria tão importante. Outro erro. Minha vida é aqui e é aqui que eu devo estar. Não é na TV ou em tudo o que ficou pra trás na evolução tecnológica.

Há 12 anos eu falava sobre televisão aberta. Hoje, eu mal vejo um canal aberto… Só quando realmente tem algo que me interessa. Quem precisa de televisão quando se tem Netflix e Youtube?

A TV pouco mudou em 12 anos. Mas a internet, essa sim, é parte do meu ritmo. E é dela que eu tenho de me servir.

Então pra você que ainda não me conhece, agora eu me apresento:

Oi, eu sou o Israel. Vamos trocar idéias? Vamos interagir? Vamos ser amigos?

Comente com Facebook

Written by Israel Anderson

Jornalista por formação, cineasta por estudos e curioso por natureza. Internet por paixão.