O carnaval sempre foi uma das maiores festas populares do Brasil E agora é a maior manifestação de rua.

Por muitos anos o Carnaval no Brasil sempre foi sinônimo de escolas de samba e desfiles no sambódromo do Rio de Janeiro. Aliás, isso ainda continua, só que as coisas mudaram. De alguma forma, o Brasil passou a querer mais do carnaval do que apenas os desfiles cariocas.

E isso é algo que temos visto acontecer com maior força de 2015 pra cá. O carnaval de rua, popular, que até então era tido como algo ultrapassado. Era apenas o que a população mais pobre poderia ter acesso e se divertir. Os blocos de rua nunca deixaram de existir. Só não tinham tido tanta importância.

E isso vem mudando de 2015 pra cá. Nos últimos 2 anos, devido as graves crises econômicas que os estados tem passado, especialmente os maiores estados do Brasil, as coisas começaram a mudar de foco para os carnavais de rua baseados em blocos e em protestos políticos e sociais. Uma marca do carnaval antigo que agora retorna no presente.

Esse carnaval de rua é uma das maiores manifestações

Carnaval

Por Allbrazilian – Obra do próprio, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=10011976

do país e ela é reproduzida em todo o território nacional. As vezes com seus equivalentes em cada um deles. Esse ano foi o que aconteceu com relação ao próprio momento político que estamos vivendo desde 2016.

Essa mudança nos paradigmas tem mostrado que o glamour dos desfiles das escolas de samba tradicionais tem se tornado mais um espetáculo televisivo. E não necessariamente uma manifestação popular que era no passado. Não que isso seja ruim. É apenas o reconhecimento que nem sempre esses desfiles representam a diversidade brasileira.

O carnaval do Brasil mudou nos últimos 2 anos e se tornou mais popular e resgatou mais as manifestações de rua. Elas que são mais populares e as mais baratas formas de se divertir em um momento de vacas magras que o país e todos nós temos vivido.

E que isso cresça muito nos próximos anos.

Comente com Facebook

Written by Israel Anderson

Jornalista por formação, cineasta por estudos e curioso por natureza. Internet por paixão.

Deixe uma resposta