Sentir que a gente ficou pra trás é ruim. Especialmente quem já fez blog/vlog na internet.

Há um tempo atrás eu fiz esse post aqui comentando sobre o sentimento de ter 30 anos e se sentir fracassado. Aliás, isso é meio que recorrente. Não é a primeira vez que eu faço isso. Mas agora eu resolvi usar do meu tempo pra fazer algo produtivo: esse blog. Pelo menos pra mim mesmo. Quem sabe chega a quem deveria chegar e ajuda a descolar uma audiência legal? Ou mesmo a visibilidade esperada?

Não, eu não faço um blog – e em breve devo fazer o novo vlog – para conseguir emprego ou que empresas me contratem para fazer alguma coisa. E, se rolar, eu também não me negarei a fazer. Mas o objetivo principal desse blog é, sim, reconstruir um espaço que eu mesmo tive na internet entre os anos de 2005 a 2010. Já estive em portais importantes e muitos já leram o que eu escrevi. Mas agora eu sinto que também preciso fazer um projeto e um espaço pra mim também.

É pra isso, aliás, que eu estou recriando esse espaço. Eu sei muito bem que não é fácil reconquistar audiência e público. Estou bem ciente das dificuldades que isso implica. Sei também que fazer um projeto próprio é bem mais complicado por que não sabemos exatamente sobre o que falar. As vezes, só o que vem a mente. E é isso que eu tenho procurado fazer aqui. Sempre to procurando linkar com a realidade ou acontecimentos que são relevantes.

Computador, papel e celular: o que é preciso pra um blog.

Fazer blog é assim: começa com uma idéia no papel e depois no computador

Fazer esse blog pra mim é muito mais do que apenas demonstrar talento profissional ou habilidades profissionais.

É também uma forma de eu me ajudar a mim mesmo. E através disso ajudar quem se identifique com os mesmos problemas e questões. Não falo de auto-ajuda como o gênero literário. Falo de mim mesmo. Me ajuda demais falar sobre o que eu preciso.

E pra que isso seja sucesso, eu preciso que você transforme isso em algo maior. Clique, compartilhe, pesquise. As conversões são o importante para audiência de internet e a qualificação delas. Posso contar com você?

 

Comente com Facebook

Written by Israel Anderson

Jornalista por formação, cineasta por estudos e curioso por natureza. Internet por paixão.

Deixe uma resposta