Leonardo Vieira veio a público admitir o que sempre se soube sobre ele. Só que nem todos entenderam.

Leonardo Vieira lançou uma carta na mídia para falar sobre como ele se sentiu invadido.  A privacidade dele foi exposta ao ter uma foto publicada onde ele beija outro homem.  Ninguém tem o direito de invadir a vida de alguém e expô-la à revelia. Isso é crime, por sinal.

Leonardo Vieira

Instagram Leonardo Vieira

Mas o fato é que poucos entenderam a carta do Leonardo Vieira. Ao transformar o que poderia ser a ruína profissional em um ato político, ele representou a todos nós que um dia tivemos a vontade mas não a coragem de fazer. Não é fácil ter a sua vida exposta por terceiros e você no final arcar com os prejuízos disso.

Leonardo Vieira não é militante LGBT. Para ele, a sexualidade nunca havia sido um problema. Pelo contrário. O próprio diz que sempre viveu fora de armários e sem se esconder. Até que a homofobia entrou no caminho dele e ele se viu obrigado a admitir algo que poderia prejudicá-lo profissionalmente.

Leonardo Vieira sofreu aquilo que muitos de nós sofrem diariamente por sermos quem somos em uma sociedade que não nos aceita como somos. Leonardo Vieira não tem todo o entendimento político que muitos de nós temos. Mas ele fez muito por nós ao se deixar ser livre e ser quem ele é sem máscaras. Ou desconversando.

Leonardo é um ator de destaque em um canal de televisão. Foi considerado sex symbol na juventude. Atualmente estava envolvido com a produção das novelas bíblicas da Record. Ele tinha seus motivos para não ser obrigado a falar sobre isso.

Mas alguém o forçou a fazer.

Fotógrafo

Poucos entenderam que ninguém tem o direito de fazer o que fez. Todos temos nosso tempo em lidar com o outing e a maneira como isso deve ser feito. Poucos entenderam, mas escolher não falar sobre é um direito que nós igualmente temos.

E poucos entenderam que ele não precisa falar em termos que a militância política entenda. Ele não precisa de julgamentos. Ele precisa de acolhimento. Da comunidade LGBT, de todos nós, em geral. Ter a coragem de fazer o que ele fez não é para qualquer um.

E poucos entenderam isso. E poucos continuarão a não entender esse ato de coragem. Ele fala bem mais que muito discurso político bonito.  E que todos tenhamos a liberdade de sermos quem somos. Assim como Leonardo Vieira teve a coragem de fazer.

Comente com Facebook

Written by Israel Anderson

Jornalista por formação, cineasta por estudos e curioso por natureza. Internet por paixão.

Deixe uma resposta