Os desdobramentos dessa semana vão definir muita coisa, especialmente o futuro de curto prazo que temos.

O governo do atual presidente Michel Temer já chegou ao seu final mas ainda não morreu. Está sendo mantido vivo artificialmente. Mas os desdobramentos dessa semana irão definir quando eles serão desligados. Não há, entretanto, nenhuma possibilidade de reversão do quadro terminal instalado em seu governo. E não há saída diante de provas tão contundentes e fortes que deixaram todos nós brasileiros estarrecidos.

A defesa possível de Temer é algo que serve apenas para ganhar tempo. É tipo aquela coisa: se colar, colou. O presidente tem feito isso em todos os seus últimos discursos, mas não é capaz de lembrar-se ou não quer mencionar que o que nos foi revelado é apenas parte de uma investigação criminal da Polícia Federal que já estava sendo encaminhada há muito mais tempo do que a gente pudesse imaginar.

desdobramentos

Muito dinheiro pra sustentar o que não se deve.

O presidente deixou-se ser pego por um grampo e admitiu em rede nacional que ouviu as “lamúrias” de um empresário que dizia que ia cometer ilegalidades contra as quais o presidente não fez nada. Isso já incorre em um crime. Além disso, é possível ouvir milhares de palavras de concordância e que o encontro clandestino poderia continuar ocorrendo às escuras sem que ninguém soubesse.

A tentativa do presidente de acalmar os ânimos do Brasil e do povo brasileiro até agora são falhas. Ninguém quer ou suporta Temer mais. Chegamos a um momento absolutamente vergonhoso. Um presidente investigado e em vias de ser considerado réu. É indigno que a presidência, que a liderança máxima do país seja ocupada por alguém inapto e claramente envolvido em crimes de corrupção.

Assistimos abismados como estamos sendo sugados em nossas energias para conseguirmos sobreviver nas atuais condições do nosso país. Mas isso definitivamente precisa acabar. Definitivamente precisamos mudar o país e nós mesmos. O governo do atual presidente caminha para seu fim até o dia 06/06. Mas agora é impossível manter ou sustentar quem está no poder. Os desdobramentos dessa semana nos dirão até quando iremos suportar isso. Espero que por pouco tempo.

Comente com Facebook

Written by Israel Anderson

Jornalista por formação, cineasta por estudos e curioso por natureza. Internet por paixão.

Deixe uma resposta