Você não deve ver o começo de um novo ano como se ele fosse responsável por mudar as coisas.

Você já deve ter visto que todo ano é a mesma coisa. Simpatias, desejos de ano novo, promessas de mudanças. Você espera que tudo seja diferente quando o calendário mudar à meia-noite. Só que isso não acontece. E eu tenho uma outra notícia pra você: Não vai acontecer!

Você sabe que tem de mudar

Ano novo começa e você é o principal agente para as mudanças que você espera.

Mudanças não acontecem por que esperamos que elas aconteçam. Mudanças acontecem por que nós agimos para que elas assim aconteçam. Sejam elas para o bem, sejam elas para o mal. E é nisso que temos que nos concentrar. Mudar um número no calendário não vai mudar a realidade que já vemos acontecer.

É óbvio que algumas pequenas coisas mudam aos poucos. E as energias a gente vai captando conforme elas comecem a se mostrar. É assim que tudo acontece. Nós não prevemos ou temos capacidades de prever o futuro. Aliás, o futuro é um conceito muito mais idealizado do que algo concreto.

Mas é eficiente vender pra você a ideia de que no futuro as coisas vão ser melhores. Essa idealização do futuro é o que nos faz empurrar as coisas pra frente. E acabamos perdendo tantas oportunidades por causa disso. Quantas vezes você já adiou aquele projeto por que pensou que iria conseguir retomá-lo adiante?

Não faça promessas que você não vai cumprir.

Eu mesmo já fiz isso. Por exemplo, já havia adiado o lançamento do meu blog por, pelo menos, 5 anos. Sempre achei que poderia chegar um momento mais adequado para colocar no ar. E o tempo foi passando. Um ano, dois, e, por aí vai. Quando me dei conta, já haviam passado quase 5 anos. E eu tomei a decisão de refazer o blog.

Tomei a decisão de por no ar por que eu me senti puxado a isso. Ninguém me forçou, mas a minha intuição pedia pra eu fazer. Uma hora, a gente precisa agir. Seja por nós mesmos. Seja por que alguém está contando conosco. E, colocar esse site no ar foi algo que a intuição mandou.

Levei meses tentando achar um formato para fazer o blog. Acabou que eu simplesmente decidi ir postando e ver o que funciona. E o que funcionar, vai ficando. O que não funcionar, vou entendendo o por que e mudar mais um pouco. As coisas são assim. E elas tem esse mecanismo também.

E agora vamos entrar em 2017. Já se passou mais da metade de uma década. Há 10 anos atrás, por exemplo, eu ainda estudava meu primeiro curso. Hoje, estou aqui fazendo esse site. E muita coisa vai mudando e vai acrescentando na nossa vida.

Todavia, a mudança que a gente quer para as coisas começa com a gente. E não na mudança no calendário. 2016, pra mim, não foi um ano tão ruim. Mas não foi o melhor. Foi o ano que muitas coisas terminaram para dar lugar a outras coisas que estão para chegar.

Nesse novo ano que iniciará daqui a algumas horas, pense no que você quer mudar. Não faça promessas que você não pode cumprir. Apenas aquelas que incomodarão e impulsionarão você a seguir adiante. Aí, sim, veremos as mudanças que queremos começarem a acontecer.

 

Comente com Facebook

Written by Israel Anderson

Jornalista por formação, cineasta por estudos e curioso por natureza. Internet por paixão.

Deixe uma resposta